Rosa Atual

Rosa Atual

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Saia Lápis

A saia lápis é peça constante na nossa listinha de essenciais curingas no guarda roupas. Pode acontecer da saia estar em baixa em alguma temporada, mas mesmo assim ela é garantia de sucesso na produção de um look clássico e elegante. Nesta temporada de inverno a saia voltou com força total. Isso significa que além do modelo tradicional da saia lápis, você pode investir em novas modelagens, cores e materiais na peça. O mais clássico é aquele do conjunto de tailleur: comprimento na altura do joelho. Muitas mulheres são tão perfeccionistas a ponto de encomendar a peça sob medida com a altura exata no ossinho.
clássica

saia lápis clássica e curinga no armário é preta e feita em alfaiataria. O modelo com a cintura alta, além de corresponder com a modelagem tradicional, é mais fácil na hora de montar o look: é só finalizar a produção com blusas por dentro da saia. Este modelo é o mais democrático, veste bem todos os tipos físicos, inclusive para quem tem a perna mias grossa e o quadril largo. O bumbum é valorizado neste tipo de produção, então não vai ter como esconder. Se isso for um problema, é melhor tentar outro tipo de saia. Quem for bem magrinha pode investir nos novos modelos, como o exemplo da Uma Thurman, que soprepôs a blusa sobre a saia lápis de tecido diferenciado.
comprida

novidade da temporada é o resgate de referências retrô, e o comprimento médio para a saia lápis é uma delas. Facilita ainda mais a vida de quem tem quadril largo e pernas grossas, pois vai ajudar a disfarçar. A dica é não usar a peça justa demais. Deixe uma folga de tecido para que você consiga se movimentar com facilidade. Para deixar o visual feminino e charmoso com este modelo, marque a cintura com a ajuda de um cinto e vista a blusa por dentro da saia. Botinhas de cano curto podem modernizar o look, e as baixinhas podem se sentir melhor com a ajuda de um salto alto.
exotica

quem gosta de um modelo mais exótico, e quem é novinha ou gosta de colocar as pernocas para fora também podem se produzir com a saia lápis. Com o comprimento acima do joelho fica mais fácil de usar produções sobrepostas, com camadas por cima da saia. As meninas com o corpitcho em dia podem inovar com a barriguinha de fora, mas devem procurar os modelos com a cintura alta pra não assustar ninguém pelas ruas. Se for optar pelo modelo curtinho, as pernas devem ser mais finas e bem cuidadas. Dá pra ficar elegante, sexy e moderna com a saia lápis.

Always Petiscos

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Baixinhas com Estilo

Lady Gaga só tem 1,55m. Cléo Pires e Carolina Dieckmann só têm 1.60m e Sarah Jessica Parker acopla toda aquela montação nos seus modestos 1,63m. Ou seja: pare de reparar que o seu torso corresponde a 2/4 da perna da Ana Hickmann e anota aí o que esse povo faz pra parecer tão mais alto do que é!


O segredo da coisa não é tentar parecer mais magro ou mais alto, e sim mais longilíneo. Os melhores aliados para isso são:



- Combinações de cor monocromáticas: Isso não significa sair por aí vestindo a mesma cor dos pés à cabeça, basta coordenar peças no mesmo tom: ou tudo claro ou tudo escuro.


A ideia é evitar cortes bruscos de cor que acabam criando uma linha vertical que achata a silhueta. Tipo quando a pessoa usa calça preta e camiseta branca, sabe? Aquela linha formada na cintura é bastante encolhedora.

- Comprimentos mini: Quanto mais centímetros quadrados de pele a gente deixa amostra, mais altas parecemos. Por isso que short, saia e vestidinho curto são legais para quem é baixinha.

Se não der pra fazer aloka e usar mini o tempo todo – alô frio, alô dresscode profissional, alô senso de decência -, prefira as peças que não ficam no meio do caminho, como bermudas e saias midi. O ideal é manter a peça de baixo ou acima do joelho ou abaixo do tornozelo.

- Pés de fora: Quanto mais alta for a gáspea do sapato – aquela parte da frente que cobre os dedos – mais encolhedor ele é. Tênis, oxford e bota, por exemplo, são mais encolhedores que sapatilha e rasteirinha. Isso porque o pedacinho de pé que fica de fora é visualmente incorporado à perna (loucura louca isso, né?), fazendo a malandra usuária desse tipo de sapato parecer mais elevada espiritualmente.


- Acessórios proporcionais ao seu corpo: Não é que baixinha tenha que usar apenas aqueles colarzinhos de criança, mas é que o grande de uma é diferente do grande da outra. Ou seja: a maxi-bolsa e o maxi-colar de quem tem 1,50m precisam ser menos maxi que o de quem tem 1,80m para não ficar desproporcional, criando o temido efeito anão de jardim ou “peguei isso aqui emprestado da minha mãe”.


COMO USAR PEÇAS ACHATADORAS SEM FAZER FIGURAÇÃO NA BRANCA DE NEVE

Ok, essas são as dicas principais. Usando isso, você certamente parecerá mais alta do que é. Acontece que a gente não é robô e tem vontade de usar um monte de coisa que não necessariamente é o ideal para o nosso corpo.
Como proceder? Harmonizando o conjunto e praticando redução de danos no efeito final!

Fizemos uma lista de peças super em alta e ensinamos a melhor forma de serem usadas por baixinhas:

- Saia longa: A saia longa não encurta tanto quanto a midi porque esconde a perna inteira, cumprindo aquela nossa dica de evitar comprimentos intermediários entre os joelhos e o tornozelo.

Acontece que, a depender do modelo, a saia pode se virar contra as mais baixas. Para isso não acontecer, prefira as que têm um tecido mais pesado e são em formato de A.

Um truque que as gêmeas Olsen – que também são baixinhas – praticam o tempo todo é usar saia longa escondendo um mega saltão. Como o sapato fica coberto, a estratégia foge do óbvio “vou usar salto e ficar maior”.

- Calça curta: A calça dobrada no tornozelo ou simplesmente mais curta está super na moda, mas fica justamente onde a gente não queria: no meio termo. Para usar sem se achatar demais, experimente fazer um look monocromático ou tom sobre tom e escolher um modelo com a boca mais aberta e a modelagem mais retinha. Modelagens tipo cigarrete não ajudam nesses casos.

Usar com salto ou com sapato de gáspea baixa ajuda bastante a balancear o encolhimento da calça.

- Bota de cano alto: Bota de cano alto encurta que é uma beleza, mas, ironicamente, quase toda baixinha ama. A gente pode tentar reverter o achatamento causado pela bota chamando atenção para a parte de cima do corpo com uma blusa detalhada e acessórios chamativos.

Usar a bota com roupas de comprimento curto e meia calça também ajuda. Já a fórmula bota por fora da calça é a mais traiçoeira com as baixinhas e com as gordinhas.

Quando for escolher uma bota de cano alto, preste atenção na altura. Três dedos abaixo do joelho é um bom comprimento.

- Bota curta e sapatinhos tipo oxford: Esse tipo de sapato tem a gáspea alta e, portanto, faz a perna parecer menor. Para rebater o efeito, você pode subir o comprimento da roupa, compensando a falta de pele amostra nos pés ou usar com meia calça do tom do sapato. Se for usar sem meia, experimente procurar um modelo de uma cor próxima a da sua pele.

Gostaram das dicas? Agora, já sabe: quando alguém te chamar de baixa pegue seus belos drinks e responda: “meu bem, eu não sou baixa, é o meu short que não é curto o suficiente”.

Fonte: Oficina de Estilo

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Esmalte preto fosco em versão inglesinha é a sensação da estação



Os esmaltes foscos apareceram timidamente no inverno passado, mas entrou definitivamente na necessaire das brasileiras. E o melhor: agora não é preciso trazer o vidrinho de uma viagem ou pedir para as amigas que estão no exterior garimparem cores exóticas para nos enviar. O preto fosco, desejo de 11 entre 10 mulheres, acaba de chegar na versão criada pela Risqué. É acetinado, de fácil absorção e deixa as unhas lindas. Muitas meninas loucas por esmaltes estão recorrendo à inglesinha, que ao contrário da francesinha, em que a pontinha é branca, na inglesinha a pontinha é da mesma cor do esmalte. No caso do preto fosco, ele pode ser combinado com o preto brilhoso nas pontas. Fica lindo. A edição do Risqué Fast Fashion 01 é limitada e custa em torno de R$ 3,00.


E pra quem não gosta da versão fosca, basta passar uma base transparente extra brilho que ficou lindo!